Compromisso com a capacitação profissional e formação de lideranças musicais

Estudante pode optar entre as modalidades: Composição, Instrumentos, Licenciatura, Música Popular e Regência

Nas últimas décadas, o campo de trabalho do músico ampliou-se consideravelmente. Não se fala apenas em tocar um instrumento, cantar, compor, reger, dar aulas de música, mas também em desenvolver estudos de áudio, de computação musical e de design sonoro. Novas tecnologias tornaram-se uma tônica constante na vida do novo músico. Desde sua necessária experiência em sessões de gravação até o conhecimento de fundamentos da computação musical, da acústica, da eletrônica, que lhe permitirão inserção em um também novo mercado musical. Distribuída em domínios distintos, a prática da música compreende a performance (instrumental, vocal e o trabalho de regente), a criação (composição), a musicologia (os estudos no campo da etnomusicologia, da musicologia histórica, da musicologia analítica) e a educação musical. No curso de Música, oferecido em período integral pelo Instituto de Artes da Unicamp, o estudante tem a oportunidade de atualizar-se nesses campos de pesquisa e produção musical, não apenas nas modalidades oferecidas pelo Departamento de Música, mas também pela mobilidade curricular que lhe permite desenvolver parte de seus estudos em outros institutos e cursos dentro da Universidade. Visando a abarcar estes novos campos de atuação das profissões ligadas à música, o curso de música da Unicamp oferece ótimas condições, com salas de aulas equipadas e acusticamente adaptadas bem como professores-pesquisadores capacitados para a pesquisa e para a prática musical, de reconhecida atuação no país e no exterior. O curso conta ainda com o apoio de Núcleos de Pesquisa, como o NICS - Núcleo Interdisciplinar de Comunicação Sonora -, voltado à pesquisa em sonologia e novas tecnologias musicais, e o CIDDIC - Centro de Integração, Documentação e Difusão Cultural. Conta com vários grupos de pesquisa certificados pelo CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), liderados por pesquisadores, compositores e músicos instrumentistas atuantes na Unicamp. Atualmente o curso possui programas internacionais de intercâmbio e estimula de forma sistemática a articulação entre as atividades de graduação e pós-graduação.

Composição e Regência

Composição e Regência são as modalidades mais antigas oferecidas pelo curso de Música, datando de 1979. Nelas, o aluno recebe a formação necessária ao exercício dessas especialidades e ainda experimenta as diversas situações profissionais e musicais com as quais poderá lidar durante a sua carreira.

Instrumentos

Na modalidade Instrumentos, as opções são: violino, viola, violoncelo, contrabaixo, flauta, trompete, trombone, percussão, piano, violão e voz. Em qualquer uma delas a ênfase é a formação do instrumentista de modo amplo, capacitando-o a atuar nas mais diversas áreas, como solista ou integrando grupos orquestrais e de música de câmara.

Licenciatura em Música

O curso de Licenciatura em Música da Unicamp tem como objetivo central a formação do aluno em duas vertentes: a musical e a pedagógica. Além de uma formação musical sólida, o aluno deve ser instrumentalizado com ferramentas específicas do campo da educação. A atuação do educador musical abrange diversos níveis e pode se desenvolver em setores variados. Além de um conhecimento teórico, o curso fornece a possibilidade de aplicação dos conhecimentos adquiridos através de estágios.

Música Popular

A modalidade de Música Popular da Unicamp é pioneira no Brasil. Uma das grandes preocupações do curso é oferecer ao aluno as ferramentas necessárias para sua atuação profissional, em todas as especialidades possíveis da música popular, seja como instrumentista, seja como arranjador ou produtor musical. Servindo a este propósito, o Departamento de Música conta com a necessária infraestrutura proporcionada por laboratórios específicos, como o de Informática, onde os estudantes mantêm permanente contato com equipamentos, softwares de última geração, e estúdio/laboratório de gravação, onde podem trabalhar com todas as vertentes da informática aplicada à música. O curso dispõe de professores de violão, guitarra, contrabaixo, piano, saxofone, bateria e voz.

 

Opção: Música: Composição
Modalidade: Composição
Período: diurno em período integral
Vagas: 5
Relação candidatos/vaga: 1ª fase – 5,2 / 2ª fase – 2,2
Integralização: 10 semestres

Opção: Música Erudita: Instrumentos
Vagas: 28 divididas em violino (4), viola (4), violoncelo (2), contrabaixo (1), violão (3), flauta (2), trompete (3), trombone (1), piano (4), voz (2), percussão (2)
Período: diurno em período integral
Relação candidatos/vaga: 1ª fase – 4,9 / 2ª fase – 1,8
Integralização: 8 semestres

Opção: Música: Regência
Modalidades: Regência
Período: diurno em período integral Vagas: 3
Relação candidatos/vaga: 1ª fase – 3,0 / 2ª fase – 0,3
Integralização: 10 semestres
Modalidade Instrumentos: formação de solistas e músicos para orquestras

Opção: Música: Licenciatura
Modalidade: Licenciatura
Período: diurno em período integral
Vagas: 13
Relação candidatos/vaga: 1ª fase – 5,9 / 2ª fase – 1,9
Integralização: 8 semestres

Opção: Música Popular: Instrumentos
Vagas: 16 divididas em piano (2), contrabaixo (2), guitarra (2), bateria (3), saxofone (2), violão (3), voz (2)
Período: diurno em período integral
Relação candidatos/vaga: 1ª fase – 8,6 / 2ª fase – 2,3
Integralização: 8 semestres

Unidade: IA – Instituto de Artes
www.iar.unicamp.br
cgia@iar.unicamp.br
Tel: (19) 3521.2438 / 3521.6589

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável