PROGRAMAÇÃO – UPA 2018 - Versão em pdf

* Horários sujeito a alterações.
* As apresentações acontecerão no gramado próximo ao teatro de arena do Ciclo


Ciclo Básico

09h - Migrantes da Marginal
O grupo Migrantes da Marginal é formado por alunos do Instituto de Artes da Unicamp e tem como objetivo criar um diálogo artístico entre o sapateado
americano, a poesia de autores da periferia e a música negra brasileira. O grupo já se apresentou no evento Talk Show: Arte e Cidadania LGBT, Unidança
2015 e no Instituto Acaia em São Paulo para os adolescentes do projeto social.

10h – Sala Muda
A ideia de uma conversa mais refinada entre música e dança ao vivo, com práticas de improvisação de ambas as artes envolvidas, concretizou o surgimento da Sala MUDA. Contendo princípios de bases de hip hop dance, linguagens musicais africanas, jazz, entre outros, o grupo desenvolve performances artísticas que vislumbram uma relação de musicalidade explícita, aonde sua investigação tem como direção compreender células rítmicas, potencializar bases de dança e corpo, compreensão sensitiva sob a improvisação e uma relação formal, madura, em demonstrar um diálogo entre música e dança.

11h – Bloco Matuá
O Bloco Matuá é composto por amantes do pífano, da cultura popular, do carnaval de rua e da folia. O grupo sai em cortejo no Carnaval de Rua de Barão Geraldo desde o ano de 2011. Ao longo do ano o Bloco faz seu Fuá em diferentes espaços e ocasiões. No repertório tocamos uma grande diversidade de ritmos do universo das bandas de pífano, do carnaval, incluindo músicas e brincadeiras com o público que passam pela Ciranda, Coco de Roda, Cavalo Marinho, Caboclinho. No cortejo da UPA o Bloco contará com uma formação de 10 pessoas, tocando pífanos, percussões e sanfona.

12 h - Grupo Manacá
Música instrumental brasileira, com repertório voltado ao fusion da dec de 70/80.


13h - Bateria Valorosa
Bateria formada por alunos de por diversos cursos da Universidade, dentre eles Ciências e Engenharia da Computação, Enfermagem, Fonoaudiologia, Física,
História, Letras e Educação Física.

14h – Cabareto Jazz Band
Explorando o repertório do Jazz desde suas as raízes surge em 2015 o projeto Cabareto Early Jazz Band, uma Big Band de Campinas-SP idealizada por colegas de
trabalho e músicos profissionais. Sob liderança do arranjador Luca Alves, o grupo celebra a linguagem musical tão presente na primeira metade do século XX,
fortalecendo sobretudo a conexão do gênero musical com a dança por meio de interpretações criativas. O selo Cabareto compreende diversas formações musicais que vão desde septetos até orquestras completas de Jazz. A principal instrumentação do grupo, a Cabareto Big Band, atualmente conta com dezessete integrantes entre trompetes, trombones, clarinetes e saxofones, que buscam individualmente sua expressão na linguagem jazzística, unindo harmoniosamente concepções atuais de composição e arranjo, sem deixar de lado o caráter nostálgico e cômico da primeira geração do Jazz que foi consagrado por nomes como Duke Ellington, Count Basie, Fletcher Henderson e Benny Goodman.

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável